O trabalho em grupo no Ensino Fundamental

O trabalho em grupo é uma das ferramentas básicas para o aprendizado na escola sócio-construtivista. Todo educador que se pauta nesta proposta sabe o quanto é importante que os alunos aprendam a trabalhar em grupo.

Desde o 1º ano, os alunos desenvolvem uma série de atividades em grupo na escola. As formas de agrupamento são diversas: por afinidade, por dificuldade, por diversidade. Dia a dia observamos quanto são ricos estes diferentes agrupamentos que proporcionam aos alunos oportunidades de enriquecer seus conhecimentos, trocar experiência, ouvir as ideias dos outros enriquecendo as suas e integrar-se.

Ao longo dos três primeiros anos do Ensino Fundamental estes agrupamentos se restringem às salas de aula e são acompanhados de perto pelos professores. A partir do 4º ano iniciamos um nova etapa na qual os trabalhos em grupo também passam a ser solicitados como trabalhos fora do ambiente escolar. Os agrupamentos em sala permanecem e já estabelecemos algumas tarefas simples que podem ser feitas em duplas ou em pequenos grupos em casa. Estas tarefas envolvem momentos mais voltados para atividades prazerosas, que envolvem além da exploração dos conteúdos o manuseio de diversos materiais, exploração de imagens etc.

Todo este trabalho é orientado detalhadamente pelo professor, porém precisa do acompanhamento efetivo da família, inclusive auxiliando os alunos para que as atividades possam ser realizadas. Sempre são agendadas com bastante antecedência, para que possamos trabalhar os pequenos problemas que possam surgir ao longo da execução, orientando as crianças sobre a melhor forma de resolvê-los.

Nesta etapa nosso foco é desenvolver nos alunos a capacidade de organizar-se, de compreender a importância do planejamento e da troca de experiências. Os alunos desta faixa etária têm muito prazer em reunir-se com os colegas e as famílias podem observar como o circulo de relações sociais amplia-se e se consolida quando este tipo de atividade é trabalhado de forma positiva.

No 5º ano, os alunos vão desenvolvendo melhor as capacidades trabalhadas no ano anterior e o papel da família fica mais voltado a supervisão das atividades. Já é possível orientá-los e deixar que trabalhem sozinhos, somente verificando como as etapas vão acontecendo. O aproveitamento dos trabalhos em sala de aula é bastante produtivo e os alunos demonstram satisfação em verificar a possibilidade de aprofundar-se junto com os colegas.

Aos poucos vão aprendendo a importância de dividir tarefas e da participação de todos no produto final. Na sala de aula têm oportunidade de discutir sobre isso e o professor pode orientá-los para que todos se envolvam e percebam sua importância no grupo. Todo este trabalho desenvolvido no Fundamental I cria alicerces para que no Fundamental II os alunos estejam preparados para organizar-se para as propostas realizadas em grupo, e aí sim, tenham um foco exclusivo na exploração dos conteúdos propostos, aprofundando-se nos diferentes propostas apresentadas pelos professores.

Este trabalho também tem nos mostrado resultados positivos, pois nas séries finais os alunos já demonstram autonomia inclusive para agrupar-se em situações não propostas pela escola, como grupos de estudos, passeios e atividades culturais. Assim, estamos certos de que estamos preparando pessoas que sejam responsáveis por suas tarefas, saibam assumir responsabilidades junto a outras pessoas e que saibam trabalhar em equipe, respeitando as características de cada um.

Kátia Zavanella
Diretora

About these ads
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

10 respostas para O trabalho em grupo no Ensino Fundamental

  1. Sonia Fabris de Almeida disse:

    Cada dia mais as empresas exigem nos profissionais a capacidade de trabalhar em grupos, de dividir tarefas e responsabilidades. Para o profissional hoje não adianta apenas ter competências para o cargo, precisa ter “competência” no relacionamento coorporativo, que busca indíviduos flexíveis, que se adaptem a todas as situações e que saibam compartilhar conhecimento, responsabilidade e colaboração dentro de sua equipe.
    Até mesmo e, principalmente, nos cargos de Gestão, os profissionais precisam ser o mais participativos e servidores possível, só assim os melhores resultados são alcançados.
    Portanto, trabalhar desde cedo, o espirito de equipe. As competências individuais de cada um e a responsabilidade perante todos e a melhor forma de prepararmos pessoas mais seguras para os desafios do futuro.
    Por isso acredito no sistema sócio-construtivista como a melhor opção para formar indíviduos mais felizes e muito mais preparados para o futuro.

    • Kátia disse:

      Sônia
      Fico muito contente com seu apoio.
      Preparar os alunos para a vida é obrigação de toda escola, pois é uma das finalidades do ensino que constam na Lei de Diretrizes e Bases da Educação.
      Nós nos preocupamos muito com isso e sabemos que precisamos trabalhar de forma construtiva. Temos colhido bons frutos desse trabalho, justamente porque contamos com o apoio de famílias que compartilham conosco desta preocupação.
      É muito bom saber de uma profissional que trabalha na área de gestão que estamos trilhando o caminho certo.
      Muito obrigada

    • Olá Sônia
      Excelente relação com o mercado de trabalho. Muitas vezes temos que formar os adultos já inseridos no mercado de trabalho para o trabalho em equipe.
      Abraços,
      Débora Martins

  2. Claudia regina de Lorena Pestana disse:

    Acredito que o trabalho em grupo realmente dá a oportunidade dos alunos aprenderem a conviver em sociedade e realizar tarefas em grupo desde cedo. A única dificuldade é que o número de trabalhos são grandes, nem sempre estamos em casa, na maioria das vezes trabalhamos e isso traz um certo desconforto em termos que arrumar alguém para levar até a casa de um amigo e a criança as vezes ter que ficar muitas horas na casa da outra criança sendo que talvez o pai o a mãe também trabalharam ou querem descansar. Mas tirando isso, acho ótimo que aprendam desde cedo a respeitar limites, ter responsabilidade e cumprir com suas tarefas. Grata, Claudia.

    • Kátia disse:

      Claudia
      Sabemos que este tipo de atividade exige um cuidado e uma dedicação especial da família. Nossa rotina é muito corrida. Especialmente nós, que somos mães, sabemos o quanto precisamos nos dedicar para oferecer tudo que nossos filhos precisam. Mas, também estamos certos de que este tipo de trabalho é muito válido para o futuro de nossos alunos. Por isso, procuramos agendar tudo com antecedência, justamente para que as famílias possam organizar-se para realizar as tarefas. Estamos muito contentes com a evolução dos alunos e temos certeza que com a ajuda de vocês tudo fica mais fácil.

  3. Ethel Elzon disse:

    Muito bom o artigo sobre o trabalho em grupo realizado no Colégio Caminhar. Muito bom também, é saber que os alunos, posteriormente, apropriam-se desses conhecimentos e os aplicam no dia a dia, quer na escola ou em outros lugares. Tenho certeza e convicção que vocês, Equipe da Escola, trabalham em grupo, de forma coordenada e isso faz toda a diferença para os nossos filhos. Tenho muito o que agradecer a vocês. Abraços. Ethel.

    • Kátia disse:

      Ethel
      Agradecemos muito sua confiança.
      Certamente quando contamos com a confiança e apoio da família os alunos são os maiores beneficiados.

  4. Olá Kátia

    Já dizia Paulo Freire: Ninguém aprende sozinho… O trabalho em grupo potencializa o respeito a diversidade, convida a criança a abrir mão de seu ponto de vista em alguns momentos , a produzir coletivamente, entre tantas outras coisas… Nós, pais da educação infantil, vivemos a “Atividade em família” (que não é qualquer coisa, diga-se de passagem) que entendo como parte do processo dos demais trabalhos que virão. De certa forma, nossos filhos estão trilhando caminhos de “alunos pesquisadores”, de futuros adultos que terão condições de escolher, de buscar, de opinar,de argumentar, serão formadores de opiniões… E nós, os pais, somos convidados a todo momento a acompanhá-los no percurso escolar… Desafio dificil, mas possível.
    Abraços,
    Débora Martins

    • Kátia disse:

      Débora
      Muitas vezes já nos falamos sobre o quanto aprendemos na interação com os outros, seja ela com nossos filhos, colegas e amigos. Acreditamos muito nesta interação como forma de garantir não somente o aprendizado, mas principalmente, prepará-los para as diferentes situações que enfrentarão na vida.
      Nosso papel, como pais, é sim o de compartilhar, acompanhar, desde que escolhemos ter filhos. Concordo tarefa difícil, possível e certamente muito compensadora.
      É muito bom ter “pais-parceiros” nesta caminhada.
      Abraços
      Kátia

  5. Alzira Domingas Eduardo Luacute Samuco disse:

    Sónia
    Estou encantada com o vosso trabalho.
    Eu só tenho ensino e educação na minha mente e no meu coração e, melhorar e tornar a minha actividade cada dia mais activa,mais atraente e mais interessante e diferente é o que anseio a cada momento.Pelo trabalho de grupo ,de facto formam-se muitos valores.Feliz o momento em que entrei no vosso site.ALZIRA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s